top of page

Gabrielle Assis bate recorde brasileiro dos 200m peito e garante índice para o Mundial

(Recife, 1ª de junho de 2023) Gabrielle Assis bateu o recorde brasileiro dos 200m peito neste terceiro dia do Campeonato Brasileiro Absoluto - Troféu Brasil de Natação, realizado no Parque Aquático do Centro Esportivo Santos Dumont, em Recife. Com essa marca, a nadadora do Flamengo garantiu o índice para o Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos, que será disputado, em Fukuoka, no Japão.



Logo nesse primeiro ano pelo clube carioca, Gabrielle, que já havia quebrado o recorde brasileiro esse ano, atingiu a marca de 2m25s31 e estabeleceu o novo recorde brasileiro desta distância. Com o tempo de 2m27s37, Bruna Leme, do Corinthians, garantiu a prata. Pamela Alencar, do Flamengo, fechou o pódio com 2m32s27.


“Estou muito feliz com o trabalho que está sendo feito. Esse último ano teve troca de clube, técnico e treino, só tenho que agradecer ao Flamengo que acreditou nesse projeto. Esse resultado é a comprovação que, quando fazemos as coisas certas, tudo conspira ao nosso favor”, declarou a recordista brasileira.


Nos 800m livre, mais dois índices femininos: Viviane Jungblut e Gabrielle Roncatto também nadaram para o índice para o Mundial. A nadadora, do Grêmio Náutico União, atingiu a marca de 8m32s73. Segunda colocada, Gabrielle, da Unisanta, nadou para 8m35s38 e garantiu sua segunda marca para o Mundial. Beatriz Dizotti, com 8m36s16, ficou com a terceira colocação.


“Essa prova foi uma grata surpresa, porque eu estou focada nos 10 km e, aqui, eu queria classificar para os Jogos Pan-Americanos. Acabou dando o índice para o Mundial, então estou muito feliz”, comentou Vivi Jungblut.


Na prova mais nobre da natação mundial, os 100m livre, Guilherme Caribé e Marcelo Chierighini atingiram o índice para o Mundial. Os nadadores, do Flamengo e Pinheiros, respectivamente, fizeram uma disputa que foi decidida nos últimos detalhes.


Na água, Caribé levou a melhor com a marca de 48s11. Chierighini, segundo colocado, nadou para 48s14 e Victor Alcará, também do Esporte Clube Pinheiros, com 48s56, fechou o pódio.


“Foi incrível nadar ao lado desses caras que são meus ídolos. Primeiro índice para o Mundial e o selinho dos 100m livres estará bem representado, em Fukuoka”, destacou Guilherme Caribé.


“Acabei sentindo muito a volta, mas objetivo foi conquistado e estou muito satisfeito por garantir essa vaga na prova individual”, disse Marcelo Chierighini.


Troféu Brasil 2023

O Troféu Brasil 2023, patrocinado pela Yakult, é realizado pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos e Federação Aquática Pernambucana. A competição continua nesta sexta-feira e tem eliminatórias sempre às 9h30 e finais às 18h.

10 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page